Minha jovem

person-692159_1280

Rosa, tudo bem com você?

Ontem eu recebi sua carta. Como sempre, percebi que você tinha muito o que falar, mas não tinha tempo para escutar. Na carta enviada por você, recebi cobranças, críticas e palavras sem sentindo, que não irão acrescentar muito para mim. Porém, cá estou eu te respondendo. Você quer saber qual foi o motivo por eu ter partido?

Bom Rosa, me pergunto até hoje, por que eu nunca fui suficiente para você. Se o problema era comigo ou era com você. Nos momentos que estivemos juntos você sempre arranjava um motivo para me rebaixar, através de cada argumento irônico, saía uma crítica a quem eu era, a que eu sou. Só que para você e seus amigos, tudo aquilo não passava de uma brincadeira, um comentário inocente. Eu levava na brincadeira, mas no fundo eu sempre saía magoado.

Tentei dar o melhor de mim para você. Só que isso pareceu nunca ser o bastante. Tentei trazer para a nossa rotina atividades maravilhosas, mas meus gostos, na sua opinião, eram ruins. Os filmes que eu escolhia eram péssimos, as músicas não eram boas e os seriados, bem, sobre isso nem quero comentar. E então chegou o momento da ruptura, o momento de partir, eu disse adeus e você nem pareceu se importar. Mais uma vez, eu me perguntei o que tinha acontecido com nós dois. Me culpei, pensei que eu não era suficiente para você. Só que isso passou, conheci outras pessoas que, cobravam e me criticavam, mas nenhuma delas era como você. E finalmente eu pude dizer adeus ao passado.

E imagine então, minha surpresa ao receber essa sua carta, depois de tanto tempo que passamos separados. Suas palavras, até no papel, possuíam o  mesmo tom, como eu disse no início, cheio de críticas e cobranças. Pois fique sabendo, que não quero mais saber de você, do seu amor e muito menos da sua amizade. Tivemos bons momentos juntos, mas infelizmente eles foram manchados por tudo de ruim que nos aconteceu. E espero que você guarde seus comentários inocentes para você, pois eu não desejo a ninguém aquilo que eu escutava.

Por isso, cresça minha jovem e pare de tentar rebaixar as pessoas que estão ao seu redor.

Cordialmente,

Zé.

____________________________________________________________________________

por Agnes Martins Follow my blog with Bloglovin

Anúncios

3 comentários sobre “Minha jovem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s