Ensejos

9UVAGMWV89

O amor… por que sempre ele?! Por que os amores nos fazem agir como idiotas?! Por que somos atormentados dia e noite por uma incansável busca pelo amor e pelas desventuras que ele nos promove?! Essas eram algumas das perguntas que eu fazia a mim mesma nas noites de pensamentos oriundos de dias com vocês. Pensava que eu era apenas uma espectadora que acompanhava capítulo por capítulo esperando um desfecho feliz para a história dos atores de minha vida. Hoje encontrei as respostas para as perguntas que me conturbavam. A resposta é que somente o amor é capaz de nos transformar nos atores de nossas próprias histórias, só ele é capaz de nos levar onde queremos ir… seja o amor nas pessoas, nos compromissos que nos cercam ou no amor pela vida. Então, não perca a fé no amor, por mais rude que ele possa parecer, ele só quer que você protagonize sua própria vida.

Nos últimos meses, nos redescobrimos com as verdades que nunca foram ditas e que vieram à tona dentro de um círculo intenso de sentimentos. Descobrimos que amor tem tantas vertentes que seria quase impossível enumerá-las e citá-las, descobrimos que nas nossas histórias não existiram erros ou acertos, descobrimos que o tempo contribuiu de diversas formas e descobrimos o tanto que somos fortes ao assumir as verdades.

Estou em uma situação no mínimo incomum, meus dois melhores amigos me olham hoje de maneiras diferentes. Minha amiga, que antes me via como uma mulher sonhadora e fiel aos meus amigos, hoje me vê como a namorada de seu ex e que assumiu a responsabilidade de fazê-lo feliz e seguro ao olhar para trás. Meu amigo, que antes me via como uma menina que estava sempre ali disposta a ajudar e aconselhar, hoje me vê como uma mulher para dar a mão e seguir em frente rumo ao descobrimento de um futuro juntos. Não sei o que esperar, ou o que prometer, só posso dizer que estou em paz, pois estou com vocês, vocês que sempre foram o meu porto seguro e continuarão sendo. Quero a felicidades de todos e acredito ter achado o meio termo dessa equação.

Como disse uma vez Willian Shakespeare: “O amor é a única loucura de um sábio e a única sabedoria de um tolo.”

Ame;
Seja;
Lute;
Viva.

Está na hora de vivermos nossos ensejos,
Anik.

____________________________________________________________________________

por Raphael Giovanni

O futuro começa

photo-1455758353555-571ff3604890

Anik,

Somos amigas há anos e nossa amizade perpetua os mais profundos planos de existência, seja por nossas histórias ou pelo respeito que construímos ao longo do tempo. Fiquei surpresa quando descobri seus sentimentos pelo Paulo, mas foi uma boa surpresa, uma surpresa que contradiz os princípios básicos da carnificina dos jogos amorosos que vivemos.

Anik, quero lhe dizer que nada mudou, nossa amizade e nossos segredos continuaram intactos como devem ser, mas deixo claro que sua responsabilidade como mulher aumentou, você ganhou uma linda missão na qual a desistência não é uma opção: fazê-lo feliz. Acredito que será fácil, uma vez que o seu olhar entrega sua admiração por essa tão esperada oportunidade. A única ironia de tudo isso, é somente eu que não precisava fazer parte dessa história.

Espero vê-los em um amanhã próximo com a alegria de um belo futuro.

Sejam felizes,

Clara

____________________________________________________________________________

por Raphael Giovanni

Redenção

7SAIBDOJWM

Paulo,

Quais são os verdadeiros motivos que nos levam a escolhas criptografadas e racionais dentro do contexto de emoções que somos cercados todos os dias?!

Todos prezam pelo sentimento, seja ele puro ou contestável, desde que ele exista. As pessoas se sentem bem em viver e apreciar as aventuras e desventuras que ele proporciona nas nossas vidas ministradas por construções insólitas e os usamos como válvula de escape.

Dito isso, lhe escrevo para lhe pedir desculpas, pois não consigo compreender ou dar a devida importância aos princípios dos sentimentos. Juntos, éramos uma dupla incrível, conquistamos a cidade, fizemos e demos o nosso melhor para chegarmos onde queríamos. Isso para mim tem valor, porém nosso momento passou, nossos objetivos mudaram, e não havia mais sentido estar ao seu lado apenas por amarras sentimentais ou construções de ideais. Era tempo de mudar, para continuarmos crescendo. E mudamos.

Para mim, em um momento de visão imparcial e holística, entendi que crescer era dizer adeus e continuar seguindo. Fiz isso. Sei que para você foi um golpe de estado nos projetos que fizemos juntos, que o irracional tomou conta de seus pensamentos e seu coração ficou abalado. Mas também sei que o seu racional foi forte e te fez chegar onde você jamais imaginou, você construiu coisas incríveis em 5 anos que me pergunto se seria possível ou motivador se estivéssemos juntos. Eu também segui meus caminhos, fiz minhas escolhas e conquistei o que precisava. Vencemos juntos, porém em vidas separadas.

Sei que meu discurso pode parecer insensível e frio, talvez seja mesmo, mas independente disso entendo meus erros e peço desculpas pelos meus inúmeros comportamentos objetivos, se assim podemos chamar. Você é alguém incrível, que merece se consolidar em sentimentos verdadeiros com ancoras de titânio se isso lhe fizer feliz, tudo estará bem. E realmente acredito que essa pessoa esteja mais perto de seus olhos do que imaginas…

Meus erros foram muitos, talvez o maior foi nunca lhe dizer algumas palavras e expressões que representa minhas opiniões sobre você… Então lhe digo: desculpa, obrigado, sinto muito; conquiste o mundo; apaixona-se; nunca desista; você foi o a melhor parte de mim.

Seja feliz.

Att,
Clara

____________________________________________________________________________

por Raphael Giovanni